AMOR & SEXO DEU UMA AULA DE RESPEITO À IDENTIDADE DE GÊNERO

0
229

Fernanda Lima a cada nova edição do programa Amor & Sexo, se consolida como musa da diversidade, pelo respeito com que vem abordando temas relevantes, para que o preconceito e a ignorância diante da identidade de gênero sejam combatidos.

O programa desta quinta-feira 02, esbanjou no colorido e com convidados especiais, debateu de uma forma didática e livre de preconceitos as diferenças entre drag queens, transexuais, travestis, bissexuais e mulheres e homens cis.

Além de quebrar paradigmas, o programa teve muitos momentos marcantes e emocionantes, capazes de deixar a internet em polvorosa.

Um deles, foi quando Fernanda Lima beijou a boca de uma Drag Queen, que depois se revelou como sendo o seu marido o ator Rodrigo Hilbert, que contou que quando a mulher chegou com essa ideia na cabeça ele ficou quietinho.

 “Eu fiquei com isso na cabeça, mas não falei nada. Normalmente prefiro ficar em casa quieto com as crianças, mas, quando ela voltou no assunto, eu falei: ‘Amor, eu vou ser a drag que você está procurando’. Ela não acreditou”. Revelou.

Não podemos deixar de registrar o figurino deslumbrante que Fernanda usou assinado por Michelle X.

E para encerrar, a trans Liniker interpretou o clássico de Chico Buarque ‘Geni e o Zepelim”

“O Brasil é o país que mais mata travestis, transexuais, homossexuais e bissexuais no mundo. Isso tem que acabar. Basta. Só assim podemos nos redimir”.

Mesmo diante do enorme retrocesso que o país vive em relação ao crescimento do extremismo religioso, a Rede Globo merece nossos mais sinceros aplausos, quando o assunto é respeito e diversidade sexual.

Confira a performance emocionante de Liniker:

Por Vladimir Libério